Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Este País não tem tomate!?

24 Mar 2020 / 11:07 H.
André Samuel

Nas últimas semanas os consumidores queixaram-se, pelas redes sociais, do elevado custo do tomate, cujo preço subiu na ordem dos 300%. Visto de forma isolada, o tema parece não ter grande gravidade, mas traduz um conjunto de insuficiências que precisam de ser acudidas.

Comecemos pela fraca capacidade de planeamento. A escassez de tomates (e de outros produtos) nesta época do ano se deve ao excesso de chuva na região Norte, que prejudica a produção - daí a reduzida oferta. Paralelamente, a região Sul não fornece esste produto nesta época do ano,o que obriga à criação de planos complementares de fornecimento para se evitarem explosões de preços e o encolher do poder de compra do cidadão.

A fraca produção local reforça a corrida para a importação, o que, numa situação normal, seria nada preocupante. Mas, com a pandemia do Coronavírus as importações estão, de certa forma, comprometidas.

Ora, se o tomate já está escasso sem o alarmismo do Covid 19, como será depois do anúncio do primeiro caso confirmado no País? A prática do açambarcamento pode elevar os níveis de inflação para marcos já derrubados recentemente.

E o que está a ser feito para controlar a situação? Que aproximação está a ser feita aos empresários, produtores e comerciantes, no sentido de manter a oferta de produtos e serviços dentro da urbanidade económica? Habemus ministrum novum no pelouro do Comércio e agora vamos esperar 90 dias para que se inteire dos processos, ou veremos já nas próximas semanas acções concernentes a regular a actividade comercial no País? O certo é que, se medidas não forem tomadas, essa situação vai ‘infectar’ o orçamento familiar e dificultar o oikonomos, ou seja, a gestão doméstica.

Se as famílias (e demais agentes económicos) não consomem, se os empresários retêm o produto na esperança de venderem quando o caos se instalar, se a mão do regulador ou a sua capacidade de persuasão não se fizer sentir, então estaremos diante de uma crise de liderança.