Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Vista Alegre apoia luta contra o cancro

Tem apoiado causas solidárias, a primeira acção de beneficência foi a apresentação da Selecção Nacional de Futebol para Amputados, campeã mundial e africana.

Luanda /
26 Out 2020 / 11:26 H.

A Vista Alegre e a Fundação Mulher Contra o Cancro da Mama realizam uma campanha de angariação de fundos para o combate e prevenção do câncer em época da COVID-19, informou Ana Silva, gestora da primeira instituição, em declarações ao Mercado.

No âmbito da actividade de beneficência, a Vista Alegre expôs duas peças da sua colecção, “Prato Sagrada Família e Chávenas Rosa Porcelana”, cujas receitas das vendas reverter-se-ão, integralmente, à Fundação Mulher Contra o Cancro da Mama.

A Vista Alegre tem apoiado causas solidárias, a primeira acção de beneficência foi a apresentação da Selecção Nacional de Futebol para Amputados, campeã mundial e africana, que é apoiada por intermédio do Comité Paraolímpico, disse Ana Silva.

“Ao tomar conhecimento das dificuldades por que passavam os atletas da Selecção para Amputados, a Vista Alegre decidiu oferecer uma percentagem das vendas realizadas de Março a Dezembro de 2020, para que o Comité Paraolímpico crie infra-estruturas”, disse Ana Silva, adiantado que se pretende estender o projecto até Fevereiro de 2021.

A acção da Vista Alegre, esclarece, decorre sob o lema “Junte-se à Vista Alegre e Ajude Quem Precisa”, vai até ao dia 31 de Outubro.

A Vista Alegre foi fundada em Portugal em 1824, está presente em cerca de 70 países e conta com mais de 200 lojas. Reconhecida mundialmente pelo requinte, luxo, design e qualidade das peças, a unidade fabril, segundo ainda Ana Silva, granjeia notoriedade ímpar em todos os mercados onde actua.

Em Angola é representada pelo Grupo Etosha, de capital (inteiramente) angolano. A nível comercial, a marca no País actua no segmento private e corporate, estando para breve, a abertura do Showroom para o canal HORECA.

A Fundação Mulher contra o Cancro da Mama é uma instituição de utilidade pública, criada a 10 de Outubro de 2006 por Wanda Aparício Freire, como cumprimento de promessa feita pela mesma, depois de lhe ter sido diagnosticado um cancro na mama.

Plenamente recuperada e após ter sofrido uma cirurgia, Wanda Freire e equipa realizam várias palestras por todo o País com o objectivo de partilhar experiências e informações sobre as várias formas de prevenção do cancro da mama.