Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Vale revê em baixa de 1.600 milhões USD negócio de carvão em Moçambique

A empresa mineira brasileira Vale vai reavaliar em baixa o negócio de carvão em Moçambique correspondendo a uma imparidade de 1.600 milhões de dólares, anunciou em comunicado na quarta-feira.

27 Nov 2019 / 13:27 H.

“A companhia registará um ‘impairment’, sem efeito em caixa, de aproximadamente 1,6 bilhão USD no quarto trimestre de 2019”, lê-se no documento.

A imparidade é a diferença entre a avaliação que era dada a determinados activos e o valor atualizado.

“A Vale identificou que sua expectativa de yield [lucro] do carvão metalúrgico e térmico mudou desde a concepção do projecto, principalmente devido a problemas técnicos apresentados no projecto e nas operações”, acrescenta.

A imparidade resulta também da revisão do plano de actividades, “que reduziu o nível de reservas provadas” e reviu “os cenários de preço do carvão metalúrgico e térmico”.

O novo plano vai dar prioridade “a reservas minerais de melhor qualidade, maximizando a participação do carvão metalúrgico no ‘mix’ de produtos” - trata-se da fonte de energia usada na produção de ferro e aço.

A empresa anunciou ainda que, em 2020, “as operações de carvão em Moatize”, principal mina de carvão de Moçambique, situada no interior do país na província de Tete, “entrarão em manutenção por um período de três meses”.

Temas