Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

TAAG anuncia voos directos para a Nigéria a partir de 16 de Dezembro

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola, anunciou que a partir do dia 16 de Dezembro do ano em curso, iniciará a sua operação para a cidade de Lagos - Nigéria.

Angola /
28 Nov 2019 / 11:38 H.

Os voos sairão de Luanda as Segundas e Sextas pelas 11:30 min com previsão de chegada a Lagos pelas 14:30 min. Os voos de regresso, sairão de Lagos as 15:30 min com previsão de chegada a Luanda pelas 18:30 minutos.

O serviço, que irá operar até duas vezes por semana para a maior cidade da Nigéria, será operado por uma aeronave Boeing 737-700, com 12 lugares na Classe Executiva e 108 lugares na Classe Económica, perfazendo um total de 240 lugares disponíveis semanalmente.

O CEO da TAAG, Rui Teles Carreira, declarou o seguinte: “Estamos entusiasmados em anunciar o nosso novo serviço para Lagos - o mais recente destino adicionado a nossa rede de conexão entre países africanos e não só, que se encontra em rápida expansão, em que perspectivamos resultados positivos. Esta rota permitirá ligações facilitadas de e para Johannesburg, Maputo, São Paulo, Lisboa e Porto. A nova rota para a cidade costeira de Lagos não apenas solidificará ainda mais os laços entre os Governos de Angola e Nigéria, mas nos permitirá oferecer uma jornada ininterrupta de e para este país fascinante que é uma das economias que mais cresce no mundo. A TAAG – Linhas Aéreas de Angola, está comprometida em aumentar a sua presença, bem como oferecer boas conexões, dentro e fora de África, perspectivando para os próximos anos o aumento de destinos aos que já oferecemos ”.

Lagos é uma cidade localizada no sudoeste da Nigéria, na costa do Atlântico, no Golfo da Guiné. É a maior cidade do país, com 7.937.932 de habitantes (censo de 2006), é a segunda maior cidade africana logo depois de Cairo, capital do Egipto. É também o principal centro financeiro, económico e mercantil do país. Foi capital da Nigéria até 1991, quando foi substituída por Abuja. Foi também capital do estado de Lagos até 1975, quando foi substituída por Ikeja. Em 2014, estimou-se que a aglomeração urbana abrigava cerca de 21 milhões de pessoas, o que a tornaria a maior área metropolitana do continente africano.