SICOPAL exporta 26 toneladas de pescado

A Sociedade Comercial e Piscatória da Praia Amélia (SICOPAL) situada na província do Namibe começou há um ano e meio a exportar produtos do mar para Taiwan e há seis meses para África do Sul, num carregamento médio mensal de 26 toneladas, revela o sócio-gerente da empresa, Paulo Sérgio.

Angola /
06 Dez 2018 / 12:26 H.

O maior grupo piscatório do sul de Angola teve que passar para a exportação, mesmo não tendo um ganho significativo, como uma forma de ter acesso a divisas que auxiliam a honrar os compromissos com os fornecedores, sem precisar negociar a compra de plafonds nem esperar pelos leilões do Banco Nacional de Angola.

De acordo com o sócio-gerente do Grupo com negócio no Namibe Huila e Benguela, Paulo Sérgio, 75% dos inputs de pesca são importados e uma empresa da dimensão da sociedade piscatória da Praia Amélia precisa acima de 200 mil USD por mês para compraram materiais de reposição e gastáveis. Conta com três embarcações semi-industriais, três de pesca artesanal para caranguejo e mais quatro embarcações de pesca artesanal de pesca de linha.

SICOPAL tem uma capacidade média instalada para processar 175 toneladas de pescado em Moçâmedes, capital do Namibe.

Temas