Tempo - Tutiempo.net

Produção industrial da China cresce em maio ao ritmo mais lento desde 2002

O crescimento da produção industrial da China recuou, em Maio, para o ritmo mais lento em 17 anos, acompanhando o abrandamento registado noutros indicadores económicos, à medida que Pequim trava uma guerra comercial com Washington.

China /
14 Jun 2019 / 10:31 H.

Aquele importante indicador da segunda maior economia mundial registou um aumento homólogo de 5%, em Maio, depois de ter crescido 5,4% no mês anterior.

Trata-se do ritmo mais lento desde Fevereiro de 2002, quando cresceu 2,7%.

A produção industrial é utilizada pelas estatísticas chinesas para medir a actividade das grandes empresas, com receitas anuais superiores a 20 milhões de yuan (2,5 milhões de euros).

O investimento em activos fixos, que inclui os gastos com imóveis, infra-estrutura ou maquinaria, cresceu 5,6%, entre Janeiro e Maio, em comparação com o mesmo período do ano anterior, depois de ter subido 6,1%, no período entre Janeiro e Abril.

O aumento das vendas a retalho, o principal indicador do consumo privado, fixou-se em 8,6%, depois de ter crescido 7,2%, em abril, no ritmo mais lento desde maio de 2003.

No entanto, aquela subida permanece abaixo do aumento homólogo de 8,7%, registado em março.

Os dados, divulgados pelo Gabinete Nacional de Estatísticas chinês, sugerem um impacto da guerra comercial entre a China e os Estados Unidos, que se tem vindo a agravar.