Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

PCA do INAPEM defende maior colaboração para tornar sustentável startups e MPME´s

O mercado angolano conta com a iniciativa “Programa de Emergentes” para tratar da preparação e monitoria das MPMEs, para se facilitar o acesso destas ao financiamento via Mercado de Capitais, tendo em conta o papel que estas desempenham na oferta de bens e serviços, criação de emprego e no fomento de novas tecnologias.

Angola /
05 Mai 2022 / 15:08 H.

É necessário todos os actores colaborarem para que as startups e Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME´s) encontrem no mercado serviços e soluções para às suas necessidades, defendeu o Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto de Apoio as Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), João Nkosi, no lançamento do “Programa Emergentes”.

O PCA do INAPEM que falou na abertura do evento realizado pela Comissão de Mercados de Capitais (CMC), cujo objectivo é fomentar o micro empreendedorismo no mercado doméstico, apontou que a solução dos empresários é o “Programa Emergentes” que vai conferir maior robustez e capacidades para enfrentarem as adversidades de um mercado que cada vez mais está competitivo.

O responsável máximo do INAPEM reforçou, igualmente, que é preciso a criação de um ecossistema, que de um lado, fomenta o surgimento de novas startups e MPME´s, e do outro lado, capacita e promove monitoria, para que estas consigam manter-se no mercado devendo constantemente encontrar soluções de facilidade e de financiamento às startups e MPME´s.

Na ocasião, João Nkosi sublinhou que todas as iniciativas que visam melhorar o ecossistema das startups e MPME´s nos diversos domínios ou estágios constituem prioridade para as instituições vocacionadas para o apoio as Startups e MPME´s, conforme os vários programas do PDN 2018-2022.

O PCA do INAPEM louvou a iniciativa da CMC em nome do instituto que dirige, reafirmando a promessa de que aquela instituição será parte integrante deste projecto, com todo engajamento para que as startups e MPME tenham os resultados esperados diante daquilo que são as metas deste programa na identificação e consolidação de empresas.

O evento de lançamento do “Programa de Emergentes” reuniu players do mercado, com destaque para o corpo directivo do CMC que esteve representado pela presidente, Maria da Conceição Uini Baptista e pelo seu administrador Executivo, Emílio Londa.