Nigéria emite mandado de prisão para o ex-ministra do petróleo Diezani Alison-Madueke

07 Dez 2018 / 12:57 H.

Das acusações constam a apropriação indevida de fundos públicos no valor de vários milhões de dólares norte-americanos. Alison-Madueke também está associada a supostos casos de lavagem de dinheiro em vários países, como os Estados Unidos e a Itália

Alison-Madueke está ser investigada no Reino Unido, mas a Nigéria quer que ela seja julgada em seu país por um suposto acto de aceitação ilegal e gratificações.

A ex-ministra nigeriana do petróleo está actualmente em Londres e deve comparecer perante a Comissão de Crimes Económicos e Financeiros da Nigéria em Fevereiro de 2019.

Alison-Madueke, foi ministra do petróleo do ex-presidente nigeriano Goodluck Jonathan de 2010 a 2015.

Recorda-se que a ex-ministra tornou a primeira mulher a liderar a organização dos países exportadores de petróleo (OPEP).