Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Lucro do maior banco dos EUA cai mais de 50% no II trimestre

A pandemia afectou os empréstimos da JP Morgan e a forçou a criar reservas contra uma possível onda de inadimplência.

Luanda /
14 Jul 2020 / 15:31 H.

O JPMorgan, maior banco dos Estados Unidos registou uma queda de mais de 50% no lucro do segundo trimestre. A pandemia afectou os empréstimos da instituição financeira e forçou a criação de reservas contra uma possível onda de inadimplência, segundo a agência de notícias Dow Jone

O lucro líquido do banco caiu para 4,7 mil milhões USD, o 1,38 USD por ação, no trimestre encerrado em 30 de Junho. No mesmo período do ano anterior, o lucro líquido foi de 9,65 mil milhões USD, ou 2,82 USD por ação.

De acordo com a Dow Jones, a empresa de dados FactSet esperava que o lucro por ação fosse de 1,15 USD no 2º trimestre. Ou seja, o resultado da instituição financeira ficou levemente acima das expectativas.

“Apesar de alguns dados macroeconômicos positivos recentes e de uma acção governamental significativa e decisiva, ainda enfrentamos muita incerteza em relação ao futuro caminho da economia”, afirmou o presidente-executivo, Jaime Dimon. “No entanto, estamos preparados para todas as eventualidades, já que nosso balanço patrimonial nos permite continuar sendo um porto em meio a tempestade.”

A ação do JP Morgan recuava cerca de 30% no acumulado do ano até segunda-feira, enquanto o índice Dow Jones perdia 8,6%. Nesta terça-feira, a ação subia mais de 3% no pré-mercado em Nova York por volta de 8h20, na esteira dos resultados.

Temas