Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Isabel dos Santos: “Em Angola, os arrestos não impediram o pagamento de salários”

A empresária esclareceu questões relativamente ao endividamento bancário contraído em Portugal ao longo dos últimos anos.

20 Fev 2020 / 16:25 H.

Isabel dos Santos emitiu um comunicado, esta quinta-feira, para esclarecer relativamente ao endividamento bancário.

Considerando as notícias “infundadas” que têm vindo a circular. a empresária explica que as empresas europeias maioritariamente por si detidas, em Portugal, contraíram “empréstimos bancários no valor cerca de 571 milhões de euros”.

Do financiamento concedido de crédito, foram pagos cerca de 391 milhões de euros estando por reembolsar 180 milhões de euros. “Em nenhum momento qualquer das minhas empresas falhou um único pagamento das prestações desses créditos”, sublinha.

No documento, Isabel dos Santos afirma também que “em Angola, os arrestos não impediram o pagamento de salários, pagamentos a fornecedores, impostos e Segurança Social”.

Sobre o arresto às contas bancárias pessoais e das empresas em Portugal, colocou impedimentos na “movimentação das mesmas nos diversos bancos, com sério risco de destruição de valor para todos os stakeholders”.