Guru de automóveis chinês acredita no hidrogénio como o futuro da mobilidade

A visão é de Wan Gang, considerado o pai dos veículos eléctricos na China, mas o guru já está pronto para a mudança para o hidrogénio, segundo noticia a Bloomberg.

13 Jun 2019 / 17:03 H.

De acordo com Wan Gang, o maior fabricante de automóveis já está preparado para avançar com a produção de veículos movidos a hidrogénio fuel-cell, tal como fez com os carros eléctricos.

Foi executivo da Audi mas acabou por se tornar ministro da Ciência e Tecnologia na China. Wan Gang convenceu os líderes mundiais de automóveis, há duas décadas, a apostar na electrificação de veículos. O objectivo do especialista não era vender apenas os automóveis para impulsionar o crescimento económico mas reduzir a dependência da China em relação às importações de petróleo e ao nível de poluição.

Depois do resultado positivo na evolução de venda e produção de ‘carros verdes’, Wan diz que está na altura de apostar no hidrogénio. “Devemos investigar o estabelecimento de uma sociedade de hidrogénio”, afirmou Wan, cujo cargo actual como vice-presidente do órgão para elaborar políticas, lhe permite planear o futuro da China. “Precisamos de ir mais longe, em direcção às células de combustível”, sublinhou.

Assim, o governo chinês vai atribuir recursos para que estes veículos sejam desenvolvidos, enquanto planeia descontinuar o programa de apoio ao sector dos veículos 100% eléctricos, aumentando o financiamento para os veículos de hidrogénio.