Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Empresas M-TechX e Pride Group com interesse de investimento no País

Empresas com histórico mundial que podem potenciar a economia nacional e gerar novos postos de trabalho.

Luanda /
23 Nov 2021 / 08:00 H.

O grupo empresarial japonês MTechX e a Pride Group dos Emirados Árabes Unidos pretendem investir nos sectores vitais da economia nacional.

O desejo foi manifestado recentemente num encontro que o Chefe da Missão Diplomática nos EAU, Albino Malungo, manteve com a empresa enviada por Sheikha Moaza Obaid Suhail Al Maktoum, presidente do Pride Group, pertencente à família Al Maktoum (família real e governante do Emirado do Dubai).

Na ocasião, o embaixador Albino Malungo agradeceu a disponibilidade, quer pela abertura dada pela Pride Group, que faz parte do portfólio de empreendimentos de Sheikha Moaza, sendo uma empresa multinacional com sede no Dubai, quer da empresa japonesa M-TechX.

O diplomata garantiu dar suporte necessário para que as referidas empresas possam investir no País, através de parcerias ou por via do Investimento Directo Estrangeiro, ressaltando, por isso a nova Lei de Investimento Privado que permite “maiores facilidades de negócios” para o País.

Investir na agricultura

A agricultura, Construção, Tecnologias de Informação e Comunicação, na Indústria e Comércio constam das prioridades de investimento da M-TechX. Uma empresa que está a expandir os seus negócios para o resto do mundo e em África cujo foco é atingir o mercado angolano.

A M-TEchX é um grupo que fabrica e vende materiais nanofibras (fibras químicas) que são aplicáveis a produtos em vários sectores.

Entre os bens que fabrica, destacam-se o material de absorvente de óleo, de construção, de absorção de som para veículos, máscaras, assim como aluguer, no apoio a implementação e manutenção de equipamentos de informação e comunicação, sistema, software e hardware, incluindo serviços de processamento de informações relacionados.

A Pride Group

A sua mentora Sheikha Moaza iniciou a sua carreira profissional como editora estagiária no jornal Al Bayan, em 1981. Ela passou a desempenhar um papel fundamental no crescimento e desenvolvimento da organização. Foi durante este período que percebeu a sua verdadeira vocação para ser uma empreendedora.

Sheikha Moaza já criou mais de 70 empresas diversificadas nos sectores de Saúde, Hotelaria, Imobiliário, Educação, Tecnologia da Informação e serviços de varejo.

Ela expandiu os seus negócios em mais de 45 países, contribuindo para a subsistência de milhares de pessoas em todo o mundo.

Como uma organização privada não bancária de empresas diversificadas, a Pride Group é uma das empresas mais inovadoras e de rápido crescimento.

A Pride Group começou a sua actividade como uma pequena empresa de investimento intermediário financeiro nos Emirados Árabes Unidos em 1987 e cresceu para um próspero conglomerado de mais de 10 mil trabalhadores em mais de 43 países e em cinco continentes.

Actualmente, o grupo tem mais de 3 mil representantes independentes e afiliados.

O grupo administra mais de dois bilhões de dólares dos quais metade pertence apenas a activos imobiliários na Ásia, Europa e América do Norte.