Empresa portuguesa ANA vai participar na optimização dos aeroportos moçambicanos

A empresa Aeroportos de Portugal (ANA) vai participar no projecto de optimização da gestão e desenvolvimento dos aeroportos de Moçambique, visando alinhar o sistema aeroportuário local com os padrões internacionais, foi hoje anunciado, em comunicado.

16 Abr 2019 / 18:20 H.

Uma nota do Ministério dos Transportes e Comunicações de Moçambique refere que a ANA assinou na segunda-feira, em Maputo, um acordo de cooperação com a empresa Aeroportos de Moçambique (ADM) e a francesa VINCI Airports.

Comentando o entendimento, o presidente do Conselho de Administração da ANA, José Luís Arnaut, destacou o potencial de colaboração que se abre com este acordo, assinalando o foco no desenvolvimento do sistema aeroportuário moçambicano.

A ANA, prosseguiu, está interessada “em contribuir com um estudo mais aprofundado das potencialidades de Moçambique” no domínio dos aeroportos.

“Nós acreditamos seriamente nas potencialidades do desenvolvimento turístico e económico e da plataforma que Moçambique poderá representar”, destacou.

Por seu turno, o ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Carlos Mesquita, realçou que a vasta experiência da ANA e da VINCI Airports (que adiquriu aquela empresa portuguesa) vai ajudar à optimização da capacidade instalada nos aeroportos moçambicanos.