Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Dez startups angolanas vão participar no Challenge 1000

Neste momento, estão a ser analisados por um júri, os projectos submetidos pelas empresas, sendo que a terceira e última fase de apresentação terminou recentemente.

13 Mar 2020 / 12:15 H.

O governo francês organiza a primeira edição do concurso “Challenge dos 1000”, cujo objectivo é seleccionar mil pequenas empresas e startups africanas, que serão convidadas a apresentar os seus projectos durante a feira profissional “Cidade das soluções”.

Esta iniciativa acontecerá à margem da 28ª Cimeira África-França 2020, em Bordéus de 4 a 6 de Junho. O conselheiro comercial da embaixada francesa e director de Business France, Igor Chlapak, disse em entrevista exclusiva ao jornal Mercado, que o concurso foi aberto no final do ano transacto e todas startups angolanas, independentemente do sector, poderão participar mediante a apresentação de um dossier, onde, neste momento, estão a ser analisados por um júri composto por 30 especialistas, submetidos pelas startups angolanas, sendo que a terceira e última fase de apresentação terminou recentemente. Igor Chlpak fez saber que não há limitações no número de países participantes.

No caso de Angola, informa que serão seleccionadas entre cinco e dez startups angolanas, desde que obedeçam rigorosamente os critérios de elegibilidade do programa, como o nível de maturidade, os projectos já realizados, a abrangência da actividade, entre outros. Depois de verificados e comprovados os referidos documentos, as startups escolhidas serão informadas sobre o resultado e consequentemente convidadas a viajarem a França, com custos de deslocação e alojamento por conta dos organizadores.

A estadia envolverá a apresentarem dos projectos ambiciosos na feira profissional “Cidades das soluções” em França, agendada para Junho de 2020. O director da Business France avança ainda que estão a trabalhar com a Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), Clube de Empresários França-Angola (CEFA) e várias outras organizações empresariais para divulgar a informação e promover o concurso de modo a captar um grande número de participações de expositores nacionais. Cimeira África-França 2020 FacAA Cimeira África-França 2020, que já vai na sua vigésima oitava edição, tem como tema principal “Cidades e territórios sustentáveis, desafio global: política económica e ambiental”.

O evento compõe vários actores púbicos, sociedade civil e o mundo económico que irá decorrer num espaço de 50 mil m2 para a exposição. Igor Chlapak, que falava em exclusivo para o Mercado, disse que foram convidados 54 chefes de Estado para este evento, incluindo o Presidente da República, João Lourenço, que já confirmou a sua participação, registando-se como presença inédita de um chefe de Estado angolano na cimeira. 500 empresas africanas e francesas serão convidadas para o “showroom” (exposição), assim como estará aberta para visitantes profissionais expositores individuais através da Business France Angola.

A imprensa não ficou de fora, 2000 jornalistas e 500 medias internacionais serão convidados, e vai contar com 15.000 participações de actores da cidade sustentável e do mundo inteiro. A Cidade das Soluções é concebida como uma cidade com uma visão a 360 graus, organizado em torno de sete bairros temáticos específicos dos diferentes sectores, nomeadamente “aceder aos serviços essenciais”, “visitar a cidade”, alimentar a cidade” “viver na cidade”, “ordenar e embelezar”, “conectar a cidade” e financiar e estruturar os projectos.