Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Custos crescentes justificam aumentos de preço da DSTV

Multichoice Angola defende que actualização da tarifa foi necessária e permite continuar a investir no melhor conteúdo e serviços para os clientes.

Luanda /
13 Out 2020 / 10:50 H.

A MultiChoice Angola esclareceu que as actualizações de preços são sempre autorizadas e aprovadas pelo regulador e são necessárias devido aos custos crescentes para sustentar o negócio.

Em declarações ao Mercado, a directora do gabinete jurídico da Multichoice Angola, Nair Pitra disse que “a operadora revê os preços sempre de acordo com os custos da operação”, acrescentado que “se olharmos para a desvalorização da moeda desde o início do ano e taxa de inflação, podemos ver que os nossos preços estão abaixo destes valores”.

Quanto ao programa de ajuste de preços, a operadora informa que tem sentido uma enorme pressão económica e custos crescentes de operação, mesmo assim luta para oferecer o melhor produto para os seus clientes.

“A MultiChoice tem a missão de oferecer a melhor experiência de vídeo entretenimento do mercado, por isso, ao calcularmos o preço temos sempre em conta os nossos custos em satélites e equipamentos de distribuição, com aquisição de conteúdos (filmes, descodificadores), a nossa infra-estrutura e os serviços de monitorização e pontos de contacto com os clientes”, esclareceu Nair Pitra. No que diz respeito à situação actual do País, os técnicos do grupo Multichoice África apontam no relatório agregado da instituição que a COVID-19 e os preços baixos do petróleo representam um risco significativo para o mercado nacional.

“Nós implementamos aumentos de preços cumulativos de 38% (sem IVA) no verso da aprovação regulamentar e em resposta à introdução de uma taxa de IVA de 14%. Apesar deste cenário, nosso activo de 90 dias o número de assinantes em Angola diminuiu apenas 2% no período” dizem os analistas.

A 01 de Agosto do corrente ano a Multichoice Angola anunciou o aumento dos preços dos pacotes da DSTV em até 10%. A partir do dia 01 de Setembro começou a alteração dos mesmos.

A companhia subiu os preços dos pacotes Mega de 19.900 kz, para 21.950, Premium de 16.500 para 18.200, Bué de 13.900 para 15.850, Grande Mais de 10.700 para 12 mil e Grande de 6.900 para 7.600 kz.

Também verificou-se aumentos nas mesmas proporções nos pacotes Família e Fácil, pacotes adicionais em língua francesa, bem como nos temáticos da Índia e da China.

“Com cerca de 350 trabalhadores directos, o nosso negócio cria vários outros negócios conexos, e temos o orgulho de ter outros, com esse negócio conseguir alimentar por volta de 1.500 postos de trabalhos indirectos” ,afirmou a directora do gabinete jurídico.

Estas parcerias potenciaram o crescimento do negócio e hoje a MultiChoice Angola conta com 25 sucursais, 710 pontos de venda, 460 agentes e 250 instaladores certificados em comunidades de todo o país.

A também actual directora interina, afirma que “tudo isso contribuiu para criação de um efeito multiplicador que gera riqueza, postos de trabalho, autonomia, e desafoga de certa forma o Estado angolano na obrigação de criar emprego”.

Criada em África, o grupo MultiChoice é uma equipe de mais de 2 750 pessoas que trabalham em 14 países. O grupo é detentor da Dstv, Super Sport, Gotv, M-Net, Showmax e Irdeto.

Angola, Botswana, Etiópia, Gana, Quênia, Moçambique, Malawi, Maurício, Namibia, Nigéria Suazilândia, Tanzânia, Uganda, Zimbábue e Zâmbia compõem as bases do grande do entretenimento de África.