Tempo - Tutiempo.net

Apple defende-se de decisão europeia de devolver 3 mil milhões de euros à Irlanda

A Apple denunciou, nesta terça-feira, a decisão de Bruxelas de obrigá-la a devolver à Irlanda 13 mil milhões de euros por vantagens fiscais indevidas, uma sanção que segundo a empresa “desafia o senso comum”.

18 Set 2019 / 09:36 H.

“A Apple desenhou e desenvolveu o iPhone na Irlanda? O iPad e o iPod? Não! A resposta está escrita em cada produto da Apple: ‘Projectado pela Apple na Califórnia’”, afirmou Daniel Beard, representante da empresa no Tribunal Geral da União Europeia, em Luxemburgo.

O pedido da UE “desafia a realidade e o senso comum”, declarou Beard, acrescentando que “a decisão da Comissão tem que ser anulada”.

A comissária europeia da Conco, Margrethe Vestager, anunciou essa solicitação de reembolso em 30 de Agosto de 2016, após dois anos de investigação. A decisão foi classificada de “lixo político” pelo presidente da empresa de Cupertino (oeste de Estados Unidos), Tim Cook.