Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Angopri ambiciona alargar o negócio no País

As lojas a serem implantadas nas respectivas províncias, conforme as declarações do PCA da Angopri, constam do plano de expansão do negócio daquela sociedade para os próximos cinco anos.

Luanda /
31 Out 2022 / 09:31 H.

Angopri (empresa especializada em distribuição e vendas de insumos agrícolas, fármaco animal e irrigação) vai abrir, no primeiro semestre de 2023, três lojas de distribuição, nas províncias da Huíla, Malanje e Moxico, informou o presidente do conselho de administração, Rui Norberto dos Santos, em declarações ao Mercado.

As lojas a serem implantadas nas respectivas províncias, conforme as declarações do PCA da Angopri, constam do plano de expansão do negócio daquela sociedade para os próximos cinco anos.

Também marca a execução do plano da empresa que visa chegar a todas as províncias, facto que permitirá a aproximação com os clientes, na maioria agricultores. “Continuar a crescer no segmento de implantação de sistemas de rega consta igualmente dos nossos objectivos “.

Para a abertura das três lojas, reforçou, a Angopri vai desembolsar pelo menos 50 milhões de Kwanzas, o que vai permitir abastecer o mercado nacional com mais 150 mil toneladas de insumos agrícolas.

Com (relativa) tradição no mercado nacional, a empresa dirigida por Rui Norberto dos Santos, que conta actualmente com 110 trabalhadores, está entre os principais distribuidores de insumo agrícolas do País, pois tem uma capacidade de abastecer o mercado com 250 mil toneladas por mês.

Os produtos distribuídos ou comercializados pela Angopri são provenientes de Portugal (onde tem parceria com a Prilux), Espanha, Itália, Alemanha, África do Sul e China, daí a preferência dos clientes, comparativamente aos produtos da concorrência. Este facto tem influência no volume de negócio que em 2021 se situou nos 2,5 milhões Kz.

Quanto ao investimento para tornar realidade o projecto, assegurou, foram gastos pelo menos 500 mil USD.

Apesar da sustentabilidade do negócio, Rui Norberto dos Santos contou aquela empresa também tem enfrentado dificuldades, principalmente de tesouraria, motivado pela falta do poder de compra da maioria dos clientes.

Mesmo assim, o PCA da Angopri considera que o sector de fornecimento de insumos agrícola está em fase de crescimento, embora careça de um plano de longo prazo. “Angola tem todas as condições para ser um País fortíssimo no sector agro-pecuário”.

Para mostrar a capacidade da empresa no Agronegócio, disse que a Angopri está dotada de meios técnico e humanos para responder às necessidades dos agricultores, independentemente da dimensão (pequenos, médios ou grandes).

A sociedade presidida por Rui Norberto dos Santos faz parte da lista restritas das especialistas em irrigação no mercado. Esta qualidade, como avançou, é resultante da parceria com a empresa portuguesa Prilux, pois permite dar resposta às necessidades de rega que Angola necessita.

“Trabalhamos com os mais conceituados laboratórios de medicamentos a nível mundial, o que nos permite ter uma gama de produtos para o sector da veterinária, capaz de dar resposta a todas as necessidades do mercado”, assegurou.

No território nacional, a empresa está nas províncias Luanda, Benguela (sede), Huambo, Namibe e Cuanza Sul. Angopri, fundada há 13 anos, é uma empresa de direito angolano vocacionado para a distribuição de insumos agrícolas e medicamentos animal e sistemas de rega.

“Dedicamo-nos ao Comércio e Distribuição de bens e á Prestação de Serviços técnicos especializados, ligados à agricultura, agro-pecuária, agronomia, sistemas de rega, farmácia animal, tratamento de água e projectos agrícolas”.