Tempo - Tutiempo.net

Tecnologias “vão ameaçar grandes partes do negócio” dos seguros

“As mudanças tecnológicas ainda “não se notam” no negócio da empresa, mas a Ageas pretende antecipar os seus impactos”.

18 Ago 2019 / 17:23 H.

As novas tecnologias de inteligência artificial, mobilidade e robótica “vão ameaçar grandes partes do negócio” dos seguros, defendeu Nelson Machado, diretor da Vida e Pensões da Ageas Portugal, que está em São Francisco para o Singularity University Global Summit.

“A aplicação das tecnologias está-se a alargar a imensas áreas e muitas delas têm imenso a ver com os seguros”, explicou à Lusa o responsável, referindo como de particular interesse os segmentos da biotecnologia, longevidade, robótica e mobilidade.

“Ninguém sabe muito bem como as pessoas vão utilizar o carro daqui a uns anos, mas o carro não vai ser o tema”, disse Nelson Machado. “O tema será como é que se vai proteger a mobilidade”.