Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Standard Chartered Bank Angola doa 200 mil USD à ADRA

O Standard Chartered Bank Angola doou 200 mil USD para a Ação para o Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (ADRA) para apoiar na produção e distribuição de máscaras de protecção pessoal, bem como para fornecer acesso a sistemas seguros e limpos para lavagem das mãos, localmente produzidos, às comunidades.

Luanda /
21 Jun 2021 / 16:05 H.

Em comunicado, CEO do Standard Chartered Bank Angola, Cláudia Conceição, clarificou que o montante doado se destina igualmente para a produção local de máscaras faciais, sabonetes artesanais, fornecimento de cisternas de água e accionamento a pé de dispensadores de desinfectantes para as mãos para distribuição em comunidades específicas.

“Além disso, é particularmente importante que estejamos apoiar a produção local desses bens essenciais, pois também estamos a apoiar os empresários locais, que não foram poupados da pandemia. Com ênfase nas mulheres empresárias pois está alinhado com a agenda do Banco para empoderamento das mulheres.”

A Sra. Conceição acrescentou: “O propósito do Standard Chartered Bank está enraizado em nossas comunidades e sustentado pela promessa de nossa marca de “Here for Good”. Reconhecemos que as comunidades em Angola e em todo o mundo precisam de todo o apoio que pode ser obtido para combater esta pandemia.”

Por seu turno, o director geral da ADRA, Carlos Cambuta, avançou que a implementação do projecto doado pelo Standard Chartered Bank permite o acesso aos meios de protecção da COVID19 a mais de 1.500 pessoas na província do Huambo, incluindo mulheres e crianças.

“Por outro lado, o projeto não está apenas apoiando as pessoas com meios de proteção, mas também está fornecendo informações e capacitando as comunidades sobre como se prevenir desta terrível doença” afirma

O Standard Chartered é um grupo bancário internacional com presença em 59 dos mercados mais dinâmicos do mundo e atendendo clientes em outros 85.

A ADRA é uma das Organizações Não Governamentais que actua no desenvolvimento rural em Angola. Actualmente estão a implementar projectos de desenvolvimento sustentável em 247 aldeias localizadas em 25 concelhos das províncias de Benguela, Cunene, Huambo, Huíla, Luanda, Malanje e Namibe. O principal objetivo é possibilitar a inclusão económica e social na vida de todas as pessoas, especialmente aquelas sem meios de subsistência ou marginalizadas.