Tempo - Tutiempo.net

Preços de petróleo em alta após petroleiro iraniano ser atacado ao largo da Arábia Saudita

Um petroleiro iraniano foi atacado ao largo da Arábia Saudita, num episódio que poderá provocar o aumento da tensão na região do Golfo Pérsico.

11 Out 2019 / 08:43 H.

Os preços do petróleo subiram 2% esta sexta-feira, 11 de outubro, depois de um petroleiro iraniano ter sido atingido por dois mísseis, avança a Reuters.

O ataque teve lugar no mar Vermelho perto da Arábia Saudita e lançou receios nos mercados internacionais sobre a possibilidade de uma eventual interrupção no abastecimento de uma das mais importantes regiões produtoras a nível global.

Como consequência, o barril de Brent, a referência para Portugal, subiu 2,3% para 60,13 dólares por barril, enquanto o WTI subiu 2,1% para 54,69 dólares.

O petroleiro Sinopa, propriedade da empresa pública iraniana de petróleo, foi atingido numa região próxima da cidade saudita de Jeddah.

Apesar dos graves danos que o petroleiro sofreu, com um derrame de petróleo para a água, os tripulantes estão em segurança e a situação no petroleiro está estável.

Este episódio poderá agravar a tensão na região do Golfo Pérsico depois de a 14 de setembro duas instalações petrolíferas na Arábia Saudita terem sido atacadas, levando o petróleo a disparar 20%.

Também recentemente, o Irão abateu um drone não tripulado dos Estados Unidos, provocando um aumento da tensão entre os dois países.