Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Mais de dois mil funcionários bancários perderam emprego nos últimos dois anos

Mais de dois mil trabalhadores bancários foram colocados no desemprego, desde Janeiro de 2020 até a presente data, anunciou esta sexta-feira, o presidente do Sindicato Nacional dos Empregados Bancários de Angola (SNEBA).

Luanda /
20 Ago 2021 / 18:07 H.

Segundo Filipe Makengo, que falava na cerimónia inaugural da representação local do SNEBA, em parte, isso deveu-se à redução da arrecadação financeira, ao crédito malparado e ao incumprimento das metas definidas pelo Banco Nacional de Angola, na sua qualidade de Banco Central.

Indicou que, em muitos bancos, aquando da concessão dos créditos malparados, esses funcionários nem sequer fizeram parte destes processos, porém, agora enfrentam esta situação com uma pressão quase permanente.

Filipe Makengo referiu que, actualmente, muitos bancos estão a abrir processos disciplinares contra funcionários sem nenhuma fundamentação plausível, de modo a penalizá-los.

“Defendemos que os funcionários devem ser penalizados apenas quando infringirem a lei, o que nem sempre está a acontecer”, disse.

Entretanto, funcionários ouvidos na ocasião louvaram a abertura de uma representação do SNEBA em Benguela, o que poderá tornar a comunicação mais célere, contrariamente aos tempos idos, em que eram obrigados a se deslocarem a Luanda sempre que necessitarem da intervenção dessa instituição.