Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Lucro da Corticeira Amorim aumentou 6,8% no primeiro trimestre

As vendas registaram um crescimento de 0,7% no primeiro trimestre, mas empresa antecipa piores resultados até ao verão.

China /
15 Mai 2020 / 14:50 H.

O lucro da Corticeira Amorim aumentou 6,8% para 19,9 milhões de euros no primeiro trimestre em termos homólogos, tendo as vendas subido 0,7%, para 203,7 milhões, ainda imunes à pandemia, divulgou esta quinta-feira a empresa.

“Até final de Março não se registou impacto material da pandemia no volume de negócios e, apesar de actualmente se manter uma actividade industrial quase em pleno, as expectativas para Abril, Maio e Junho são de redução”, refere a Corticeira Amorim num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Admitindo que, “neste momento, o impacto dos efeitos directos e indirectos da COVID-19 é de difícil mensuração, estando largamente dependente da extensão da sua disseminação e dos seus efeitos sobre a economia global”, a Corticeira Amorim diz que “prestará especial atenção à questão das cobranças de clientes”, mas ressalva que, “num universo de quase 30.000 clientes em todo o globo, o risco está significativamente repartido”.

Segundo a empresa, a comparação homóloga do volume de negócios até Março está “condicionada” pelo facto de o primeiro trimestre de 2019 ter sido “o mais elevado em termos de crescimento de vendas” (+9,2%) em todo o ano passado.

Adicionalmente, refere, o início deste ano “também foi afectado pelos sinais de abrandamento prévios à COVID-19, resultantes da guerra comercial entre os EUA e a China e também pelo aplicar de tarifas de 25% impostas pelos EUA à importação de vinhos europeus com menos de 14% álcool”.