Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

EUA: Lista negra abala Wall Street

A bolsa norte-americana iniciou a sessão desta quarta-feira em território negativo, com um aumento das preocupações dos investidores sobre uma nova escalada de tensão na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

EUA /
22 Mai 2019 / 15:35 H.

Em causa está o plano dos EUA em alargar a ‘lista negra’ de empresas chinesas, semelhantes à tecnológica Huawei.

O tecnológico Nasdaq desvalorizou 0,30% para 7.762,55 pontos, o alargado S&P 500 desceu 0,33% para 2.854,78 pontos e o industrial Dow Jones caiu 0,36%, para 25.785,15 pontos.

“O Secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, indicou que os Estados Unidos não têm planeado uma visita à China, nota que penaliza o sentimento”, explica Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking.

Entre as empresas que poderão sofrer restrições semelhantes à Huawei está a especialista em videovigilância Hikvision e os investidores estão preocupados que a medida possa levar a mais retaliações da China.

“O que os investidores estão a observar é o facto de que isto poderá ser outra retaliação”, referiu Kim Forrest, diretor de investimentos da Bokeh Capital Partners, em Pittsburgh. Um relatório do “South China Morning Post” descobriu que a China começou a repensar a sua relação com os Estados Unidos, embora ainda esteja aberta a negociações comerciais.