CDU elege hoje o sucessor de Angela Merkel

O congresso que vai escolher o sucessor está marcado para hoje e sábado, na cidade de Hamburgo.

07 Dez 2018 / 11:37 H.

Dos doze elementos do partido que disponibilizaram-se a entrar na corrida à liderança da CDU, três destacaram-se como possíveis sucessores de Angela Merkel: Annegret Kramp-Karrenbauer, apelidada de “Mini-Merkel”, Friedrich Merz, a quem muitos chamam “Anti-Merkel” e Jens Spahn, actual ministro da Saúde.

De acordo com as últimas sondagens, a secretária-geral do partido, Kramp-Karrenbauer, e o advogado e empresário Merz são os dois favoritos.

Em declarações à Lusa, o sociólogo e politólogo Óscar Gabriel, considera que “os dois têm praticamente as mesmas hipóteses de ser escolhidos como novo líder do partido e candidato a chanceler em 2021”.

O professor da Universidade de Estugarda lembra que é a primeira vez, desde 1970, que os delegados da CDU vão escolher entre um número tão elevado de candidatos.

“A ala conservadora do partido claramente apoia Merz, enquanto a fação liberal parece ser a favor de AKK, e ambos os lados estão distribuídos praticamente de uma forma igual. Se isso se vai refletir nas escolhas dos delegados, é difícil dizer”, revela Oscar Gabriel.

Segundo o politólogo e sociólogo alemão, “os dois candidatos diferem claramente na sua personalidade, nas suas competências, nas ideologias e na relação com as linhas defendidas por Merkel.”

Friedrich Merz foi afastado por Angela Merkel, em 2002, do cargo de líder parlamentar dos democratas cristãos. Annegret Kramp-Karrenbauer foi a escolhida pela chanceler para ser a nova secretária-geral do partido, cargo que ocupa desde Fevereiro deste ano.

Actualmente Angela Merkel é a chefe do governo alemão há 13 anos e líder da CDU há 18. Anunciou, a 29 de Outubro, a intenção de não se recandidatar à liderança do partido.