Brasil prevê leilão para explorar petróleo em zonas de biodiversidade

O Governo brasileiro pretende licitar áreas vizinhas ao Parque Nacional de Abrolhos, primeira reserva ambiental marinha do país, na 16.ª ronda para concessão de exploração de petróleo, em outubro próximo.

Angola /
15 Abr 2019 / 17:00 H.

Ambientalistas criticaram a medida alegando que a exploração de petróleo pode prejudicar a preservação de Abrolhos, parque nacional marinho localizado no litoral sul do estado da Bahia numa área de cerca de 87.943 hectares, que é considerada a região com a maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a decisão do presidente do Ibama de contrariar um parecer técnico feito por uma comissão especializada do próprio órgão de protecção ambiental foi tomada após pedido do Ministério do Meio Ambiente.

O documento publicado pela secretária-executiva do Ministério do Meio Ambiente, Ana Maria Pellini, pedia a revisão da decisão do grupo técnico do Ibama alertando sobre a "relevância estratégica do tema".

Dois dias depois, Eduardo Bim rejeitou as argumentações dos técnicos e autorizou a inclusão das áreas no leilão.

Temas