Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Bolsas na Europa negoceiam no vermelho

O Stoxx Europe 600 perdia 0,39% para 412,49 pontos, com Londres a cair 0,62%, Paris a recuar 0,60%, Frankfurt a descer 0,36%, Madrid a afundar 0,96% e Milão a quebrar 0,88%.

Luanda /
29 Jun 2022 / 10:33 H.

As bolsas europeias estão hoje a negociar em baixa, com os investidores a renovarem as suas preocupações com o crescimento económico e numa sessão em que são aguardados importantes indicadores macroeconómicos na Europa e no outro lado do Atlântico.

O Stoxx Europe 600 perdia 0,39% para 412,49 pontos, com Londres a cair 0,62%, Paris a recuar 0,60%, Frankfurt a descer 0,36%, Madrid a afundar 0,96% e Milão a quebrar 0,88%.

Os investidores renovaram hoje as suas preocupações com o crescimento da economia mundial, segundo a agência financeira Bloomberg, apesar de na terça-feira Wall Street ter iniciado a sessão em alta, animada pela decisão da China em encurtar a quarentena em relação à Covid-19 para os viajantes estrangeiro, o que poderá vir a ter reflexos positivos no crescimento da economia global.

No entanto, Nova Iorque acabou por encerrar a sessão no vermelho, com o índice Dow Jones Industria a perder 1,56% para 30 946,99 pontos, enquanto o Standard & Poor’s caiu 2,01% para 3 821,55 pontos e o tecnológico Nasdaq recuou 2,98% para 11 181,54 pontos.

As bolsas na Europa negoceiam no vermelho, à semelhança das praças asiáticas que encerraram com perdas, preocupadas com o crescimento económico global e a hipótese de uma recessão, à medida que a política monetária dos bancos centrais se torna mais restritiva para combater a aceleração da inflação.

Hoje ainda são conhecidos os dados finais do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, bem como os dados da inflação de Junho na Espanha e na Alemanha.

Além disso, o mercado vai ainda estar atento ao Fórum anual do Banco Central Europeu que termina hoje, e onde está presente a presidente do BCE, Christine Lagarde, o presidente do da Fed, Jerome Powell, e o governador do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey.