Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Bolsas europeias em baixa devido a tensões entre Washington e Pequim

As principais bolsas europeias abriram hoje (07/08) em baixa, devido às novas tensões entre Washington e Pequim, depois do presidente norte-americano, Donald Trump, ter vetado durante 45 dias qualquer negócio com a ByteDance, o desenvolvimento chinês da Tik Tok.

Luanda /
07 Ago 2020 / 10:17 H.

Cerca das 08:50 de Luanda, o EuroStoxx 600 descia 0,05% para 362,32 pontos.

As bolsas de Paris e Frankfurt recuavam 0,35% e 0,05%, respectivamente, bem como as de Madrid e Milão, que desciam 0,34% e 0,08%.

Londres era a excepção, já que subia 0,10%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:50, o principal índice, o PSI20, baixava 0,16% para 4.371,24 pontos.

Donald Trump introduziu novas barreiras às empresas chinesas e assinou ordens executivas que proíbem os residentes norte-americanos de realizar negócios com a Tik Tok ou a ByteDance ou a Wechat.

O presidente defende que a Tik Tok representa uma ameaça para a segurança nacional dos Estados Unidos e está a procurar a venda desta empresa a uma norte-americana como a Microsoft, que se mostrou interessada.

Estas disputas ameaçam ampliar-se para outros âmbitos como o militar, já que o ministro da Defesa da China instou os Estados Unidos a "evitarem movimentos perigosos" que podem levar a uma escalada no mar da China Meridional.

Os investidores continuam pendentes dos avanços das negociações do novo pacote de estímulos económicos nos Estados Unidos.

Na quinta-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou em alta, com o Dow Jones a avançar 0,68% para 27.386,98 pontos, contra 29.551,42 pontos em 12 de Fevereiro, actual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a subir 1% para 11.108,07 pontos, novo máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,1850 dólares, contra 1,1877 dólares na quinta-feira, um máximo desde 15 de Maio de 2018.

O barril de Brent para entrega em Outubro abriu com tendência descendente, a cotar-se a 44,99 USD no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 45,09 USD na quinta-feira.