Tempo - Tutiempo.net

Angola pode coordenar projectos de conectividade na SADC

As empresas de engenharia civil da província chinesa de Anhui almejam que Angola seja o centro de coordenação dos projectos de conectividade internacional de infra-estruturas a nível da África Austral, no âmbito da Iniciativa de ‘’Uma Faixa e uma Rota’’.

Angola /
14 Jun 2019 / 16:31 H.

Este desiderato foi manifestado, quarta-feira, em Hafei, capital provincial de Anhui, pelo presidente do grupo empresarial CTCE, Zhang Hechuan, no jantar de gala que marcou o início do seminário internacional sobre a interligação de infra-estruturas nos países que aderiram a iniciativa chinesa de “Uma Faixa e uma Rota”.

Zhang Hechuan acrescentou que a CTCE está presente em Angola desde 2007 e gostaria de servir de ponte entre a China e Angola na busca de novas parcerias para a execução de projectos capazes de acelerar o desenvolvimento do país.

O vice-presidente do mesmo grupo empresarial, Shao Gang, disse no seu discurso de abertura do seminário que a “CTCE deseja enraizar-se em Angola, com vista a participar e contribuir para o desenvolvimento económico e social, e dar um maior contributo ao processo da melhoria de condições de vida e bem-estar do povo angolano”.

Durante a sua intervenção, Shao Gang afirmou que o consócio que representa possui três escritórios regionais a nível de África, incluindo a sucursal de Angola que responde pelos negócios da empresa nos demais países da África Austral.

Entretanto, a delegação angolana ao evento informou, aos participantes, sobre o conjunto de medidas adoptadas pelo actual governo no intuito de criar um ambiente de negócios acolhedor e menos burocrático para os investidores privados.