Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Água de icebergs entre as melhores do mundo

Extraídas a 914 metros de profundidade no Havai, de fontes nas ilhas Fiji ou polvilhadas com ouro. São assim algumas das águas engarrafas mais caras do mundo.

17 Jul 2019 / 11:45 H.

“Frequências sonoras de amor, de lua e espectros de luz do arco-íris”. Podíamos estar a falar de música ou de um objecto, mas a descrição refere-se à melhor água engarrafada do mundo, de uma marca australiana. A descrição e votação é do concurso internacional de prova de águas de Berkeley Springs, no ano passado, noticia o The Guardian.

Vendida por 2,30 dólares australianos (2,06 euros), por cada litro, a Frequency H2O é um “elixir definitivo da vida”, afirma o criador da marca, Sturt Hinton. Outra marca reconhecida pelo júri do concurso foi a Svalbarði, que vende garrafas de água directamente do icebergs noruegueses por 90 dólares (80,26 euros), sendo espremida na hora.

Os slogans são extravagantes e o preço luxuosos fazem da água engarrafada um género de alterações climáticas líquidas para os mais ricos. A indústria da água engarrafada nunca foi tão forte como nos dias de hoje, sendo que as empresas que vendem estas águas premium garantem que tem “benefícios para a saúde”, sendo a alcalinidade um dos factores chave. Este sector encontra-se em rápido crescimento nos Estados Unidos da América, estando avaliado em 18,5 mil milhões de dólares (16,5 mil milhões de euros).

Extraídas a 914 metros de profundidade no Havai, de fontes nas ilhas Fiji ou polvilhadas com ouro. São assim algumas das águas engarrafas mais caras do mundo, e até podem justificar o preço porque quanto mais obscura a origem, a preparação elaborada, ou os seus benefícios para a saúde, a água torna-se mais cara, indica o ‘The Guardian’.

Estes preços exorbitantes podem estar relacionados com a escassez de água que se está a registar em alguns locais do mundo, que deverá vir a afectar dois terços da população mundial até 2025. A poluição do plástico, para o qual as garrafas descartáveis contribuem, é também uma questão que os especialistas criticam na escolha pela água engarrafada.