Ministra da Cultura pede participação de países africanos na Bienal de Luanda

A primeira edição da Bienal de Luanda terá lugar de 18 a 22 de Setembro

Luanda /
10 Fev 2019 / 12:05 H.

Durante um encontro de informação e sensibilização sobre a Bienal de Luanda, na sede da União Africana, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira pediu o apoio dos países membros da União Africana no projecto Bienal de Luanda.

O pedido para participação massiva aconteceu em Adis Abeba, na Etiópia.

“Por isso, gostaria de convidar todos aqui presentes, africanos e de outros continentes, a se deslocar a Luanda para a Bienal da Paz, e estejam certos que vão partilhar connosco a tradicional hospitalidade dos angolanos e conhecer melhor a nossa vasta diversidade cultural, a nossa história e os passos seguros de uma realidade de um país em franco desenvolvimento”, afirmou Carolina Cerqueira.

A primeira edição da Bienal de Luanda terá lugar de 18 a 22 de Setembro, em Luanda. A princípio participarão 12 países africanos.

Segundo a ministra, a segunda edição do projecto poderá ser realizada em 2021, com possível prorrogação por mais uma edição.

É de relembrar que foi assinado um acordo bilateral entre Angola e a UNESCO, em 18 de Dezembro de 2018, no qual serviu de base para inscrição de verbas no OGE/2019 por parte do Governo angolano para apoiar a fase de preparação da Bienal de Luanda.

Temas