Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Fortaleza Seguros regista prejuízos de mais de 200 milhões Kz

O CEO da seguradora destacou que o resultado líquido negativo da companhia, em 2020, é justificado pelos investimentos que a companhia tem vindo a desenvolver nos últimos anos.

Luanda /
09 Jun 2021 / 11:43 H.

A Fortaleza Seguros registou prejuízos de 210 milhões Kz, no exercício económico 2020, anunciou a companhia esta terça-feira, em Luanda, em conferência de imprensa, quando fazia o balanço da actividade desenvolvida no ano passado.

Em entrevista ao Mercado, o CEO da seguradora, Paulo Bracons, destacou que o resultado líquido negativo da companhia, em 2020, justifica-se, não pelas vendas e componente técnica do negócio (que evoluíram), mas pelos investimentos que a companhia tem vindo a desenvolver nos últimos anos.

Apontou a aposta no capital humano, passando a companhia de 50 para 62 colaboradores, aumento e melhoria das instalações, lançamento de novos produtos (como exemplo o seguro de saúde CUIDA) e a evolução dos sistemas de informação, que observa um forte investimento que vai até ao ano 2022.

No entanto, em termos globais, a Fortaleza Seguros emitiu, no período em referência, 155,6 mil apólices, atingindo um volume de prémios de seguro directo de 5,55 mil milhões Kz, tendo concentrado a sua actividade nos ramos Não Vida.

Assina-se que os prémios de resseguro cedido atingiram, em 2020, o montante de 3,19 mil milhões Kz.

Entretanto, analisando o número de apólices emitidas, ao nível de canais de distribuição, é notória a robustez do canal bancário, que representou 99% do total de apólices emitidas em 2020, enquanto o canal directo representou apenas 1%.

Refira-se ainda que o ramo acidentes pessoais representou cerca de 82% do total de apólices emitidas no ano, seguida do automóvel com 8%.