Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Sérgio Santos: “Angola precisa subir no ranking Doing Business até 2022”

O ministro da Economia e Planeamento, Sergio Santos, declarou, ontem, em Luanda, que o País precisa de uma acção firme e muito mais enérgica para subir 15 posições no indicador Doing Business, com base nas metas estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Nacional 2022, para qual conta com a ajuda do Banco Mundial.

Luanda /
14 Fev 2020 / 09:39 H.

Sérgio Santos fez referência ao facto quando discursava na cerimônia de apresentação do relatório do Doing Business 2020” e a Melhoria de Negócios, em Angola”,no auditório da AIPEX, em Luanda, apontado a janela do comércio externo como uma das medidas para melhorar o ambiente de negócios.

“Nós temos que fazer sair a janela única do comércio externo o mais rápido possível, apesar das ajudas do Banco Mundial, não podemos esperar que elas façam por nós”, explicou o ministro.

Na ocasião o governante apelou aos colegas dos departamentos ministeriais do grupo de reforma, ligados ao Doing Business, a empenharem-se mais para concretização dos planos de acção, que são tão bem elaboradores com o apoio do Banco Mundial.

No ano passado, o país desceu quatro lugares no ranking global, passando da posição 173ª para 177ª, num conjunto de 190 países analisados pelo Banco Mundial.

A avaliação do Banco Mundial inclui critérios como facilidade em abrir um negócio, obter licenças de construção, registar uma propriedade, obtenção de crédito, cumprimentos de contratos, pagamentos de impostos ou obtenção de electricidade.