Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

PRODESI desembolsa mais 19 mil milhões kz em Benguela

No decurso de 2020, a província de Benguela teve 46 projectos aprovados e financiados pelo PRODESI

Luanda /
22 Jul 2021 / 16:16 H.

Quarenta projectos do sector produtivo, na província de Benguela, beneficiaram de um financiamento de mais 19 mil milhões kz, no âmbito do PRODESI.

O referido montante foi investido, sobretudo, na indústria transformadora, agricultura, pesca marítima e aquicultura, para financiamento da modernização de cooperativas, importação de fertilizantes, compra de insumos agrícolas e de pescas, dentre outros projectos.

Essa informação foi avançada à ANGOP pelo director do Gabinete Provincial para o Desenvolvimento Económico Integrado, Samuel Maleze, quando fazia o balanço da implementação do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), a nível de Benguela.

Segundo o responsável, estes projectos fazem parte de uma carteira de 61 projectos já aprovados, com um valor global de 194.860.799.938,07 kz.

No decurso de 2020, a província de Benguela teve 46 projectos aprovados e financiados pelo PRODESI, no montante de 32 mil milhões Kz, com primazia para os sectores da indústria transformadora, agricultura, pesca marítima e aquicultura.

Mais de dois mil e 400 projectos, avaliados em mais 660 mil milhões Kz, foram aprovados, nos últimos três anos, no âmbito do PRODESI, revelou recentemente, em Luanda, o secretário de Estado para a Economia, Mário Caetano João.

Ao balancear o terceiro aniversário do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), Mário Caetano João explicou que os projectos têm perspectiva de criar mais de 60 mil postos de trabalho.

Esclareceu que o Projecto de Apoio ao Crédito (PAC), as medidas de alívio económico, constantes do Decreto Presidencial nº 98/20, e o Aviso nº 10/2020, do Banco Nacional de Angola, são os instrumentos financeiros de financiamento do PRODESI.

Mário Caetano João disse que, no Portal de Produção Nacional (PPN), ferramenta essencial para consolidação do mercado nacional e apoio às vendas dos produtos do campo, estão catalogados mais de 13 mil produtores nacionais, das 18 províncias do país.