Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Portugal: Acções do BCP caem com o “agravar das incertezas macroeconómicas”

As acções do Millennium bcp, o único banco português cotado em bolsa, desvalorizaram esta segunda-feira 5,22%, negociando abaixo dos 0,20 euros pela primeira vez em dois anos.

13 Ago 2019 / 15:38 H.

A tendência negativa dos títulos do BCP não é de agora e acompanha o índice bancário europeu, o Stoxx Europe 600 Banks Index. Entre o início do ano até esta segunda-feira, as acções do banco liderado por Miguel Maya caíram 13,76%, enquanto o índice europeu recuou 9,95% nos últimos oito meses.

Mais recentemente, a pressão sobre os títulos do BCP aumentou. Na terça-feira 30 de julho, um dia após a apresentação dos resultados do primeiro semestre, as acções do banco tombaram 5,99%, para 0,23 euros, apesar do aumento do resultado líquido de 13% face aos primeiros seis meses do ano passado.

Questionado sobre a evolução das acções do BCP, Miguel Maya disse que o “agravar das incertezas macroeconómicas e a perspectiva de manutenção e taxas de juro negativas por um período de tempo ainda mais lato, fizeram alterar o sentimento dos mercados relativamente à rendibilidade do sector financeiro em geral e do Millennium bcp em particular”.