Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

PIB da Zona Euro caiu menos que o previsto com Portugal a sofrer 4.ª maior queda

O PIB da Zona Euro recuou 14,7% no segundo trimestre face ao mesmo período do ano passado e 11,8% contra os primeiros três meses do ano.

Luanda /
08 Set 2020 / 14:51 H.

O Eurostat reviu hoje (08/09) em baixa a sua estimativa de crescimento da economia europeia no segundo trimestre, que ainda assim revela uma quebra histórica devido ao impacto da pandemia da COVID-19.

Segundo o gabinete de estatística da Comissão Europeia, o PIB da Zona Euro recuou 14,7% no segundo trimestre face ao mesmo período do ano passado e 11,8% contra os primeiros três meses do ano.

Na anterior estimativa o Eurostat apontava para uma queda homóloga de 15% e em cadeia de 12,1%.

A melhoria de três décimas não apaga o registo fortemente negativo da economia europeia no segundo trimestre, pois a contracção continua a ser a mais forte de sempre, num trimestre em que o consumo das famílias recuou 12,4%, o investimento afundou 17% e as exportações deslizaram 18,8%.

A economia portuguesa registou um dos piores desempenhos da região, com o PIB a sofrer a quarta maior queda em termos homólogos e a terceira mais forte na variação em cadeia. Espanha (-22,1%), França (-18,9%) e Itália (-17,7%) registaram contracções homólogas mais acentuadas do que Portugal, que viu o PIB cair 16,3% no segundo trimestre.