Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Pedidos de informação fiscal das autoridades africanas aumentaram 26%

"Quinze países enviaram pedidos de informação fiscal em 2021, contra 6 em 2014", aponta-se no comunicado, que dá conta que "desde 2009, pelo menos 1,2 mil milhões de euros de receitas adicionais foram identificados na região através de programas de divulgação voluntária, troca de informações e investigações sobre paraísos fiscais (offshore)".

Luanda /
22 Jun 2022 / 14:24 H.

Os pedidos de informação fiscal feitos pelas autoridades africanas para aumentarem a cobrança de impostos aumentaram 26% face ao ano anterior, de acordo com a Iniciativa África, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

De acordo com um comunicado de imprensa, o relatório de 2022, que analisa as interacções fiscais dos países africanos no ano anterior, mostra que os países africanos fizeram 4135 trocas de informações bilaterais em 2021, o que representa um aumento de 352% face aos 913 pedidos feitos em 2014.

"Quinze países enviaram pedidos de informação fiscal em 2021, contra 6 em 2014", aponta-se no comunicado, que dá conta que "desde 2009, pelo menos 1,2 mil milhões de euros de receitas adicionais foram identificados na região através de programas de divulgação voluntária, troca de informações e investigações sobre paraísos fiscais (offshore)".

O relatório 'Tax Transparency in Africa 2022' abrange 38 países, entre os quais apenas o lusófono Cabo Verde, e documenta o progresso de África no combate à evasão fiscal e outros fluxos financeiros ilícitos.