Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Parte do dinheiro do novo tarifário de energia servirá para pagar dívidas a fornecedores

As empresas do sector eléctrico têm dívidas com os fornecedores, por exemplo, contam com o suporte da Sonangol e contraíram dívidas, sendo que parte dos dinheiros do aumento da tarifa vai permitir que possam fazer face aos seus custos.

17 Jul 2019 / 10:18 H.

Parte do dinheiro obtido com o corte dos subsídios, obtidos com o novo tarifário de energia, será para pagar dívidas contraídas pelas empresas públicas do sector eléctrico com os seus fornecedores e para tornar eficiente todos os processos de gestão e produtivo das firmas do ramo, explicou, numa entrevista à TPA, o representante do Ministério das Finanças Emílio Londa.

As empresas do sector eléctrico têm dívidas com fornecedores, por exemplo, contam com o suporte da Sonangol e contraíram dívidas, sendo que parte dos dinheiros do aumento da tarifa vai permitir que possam fazer face aos seus custos, como com o combustível, uma vez que grande parte da produção eléctrica é alimentada por gasóleo”, explica Emílio Londa.

O representante do Ministério das Finanças, adianta que “o ajustamento de preços não é total, ainda não encaixa aos preços de mercado, que continuará a ter a mão do Estado, mas vai ajudar estas empresas a ganharem eficiência por via da organização de todo seu processo de gestão e produtivo”.

  • Últimas Notícias