Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

OPEP revê ligeiramente em alta procura mundial de petróleo

A OPEP, que mantém limitado o fornecimento de petróleo no meio do aumento dos preços da energia, reviu em alta a procura mundial de petróleo em 2021 e 2022.

Luanda /
14 Out 2021 / 09:04 H.

No relatório mensal sobre o mercado petrolífero, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) actualizou a estimativa da procura para 27,8 e 28,8 milhões de barris por dia em 2021 e 2022 respectivamente, mais 100 mil do que o calculado em Setembro.

Ambos os números são superiores ao fornecimento conjunto do grupo petrolífero, que era de 27,33 milhões de barris por dia em Setembro, mais 486 mil barris por dia do que em Agosto, de acordo com cálculos de institutos publicados no documento.

A organização continuará a abrir as torneiras, mas de forma moderada e gradual, como acordado com a Rússia e outros aliados.

O actual pacto da aliança OPEP+ prevê aumentar a oferta em 400 mil barris por dia a cada mês, até Setembro de 2022, e o relatório dá a entender que esta política irá continuar.

"Enquanto os mercados petrolíferos continuam a emergir da pandemia da COVID-19", a OPEP+ continuará a "monitorizar" o mercado, afirma a OPEP depois de enumerar vários factores de incerteza "com riscos de queda" do consumo e dos preços do petróleo bruto em 2022.

"Olhando para o futuro, apesar das expectativas de uma recuperação sazonal na procura de petróleo para aquecimento, bem como de uma possível mudança do gás natural para combustíveis líquidos, espera-se que os mercados de produtos (petrolíferos) sofram alguma fraqueza durante o próximo inverno", diz a OPEP.