Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

OPEP mantém estimativa da procura de petróleo em 96,8 barris por dia

Nos dois primeiros trimestres do ano, a OPEP produziu entre 7,5 e 8,9 milhões de barris por dia acima da procura mundial, o que levou a uma queda dos preços, que, em Setembro, estavam, em média, nos 41,54 USD por barril.

Luanda /
14 Out 2020 / 11:04 H.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) manteve as suas estimativas de procura global de petróleo para 2020 e 2021 praticamente inalteradas em, respectivamente, 90,3 e 96,8 milhões de barris por dia, foi anunciado pelos analistas do grupo petrolífero.

De acordo com o relatório mensal do mercado do petróleo, apesar da procura ter cedido, este ano, em 9,5 milhões de barris por dia (mbd) é esperada uma recuperação de 6,5 mbd em 2021.

Os dados previstos para 2021 são inferiores em cerca de 80 mil barris por dia aos estimados pelos especialistas da OPEP há cerca de um mês.

Os analistas do grupo petrolífero justificaram esta mudança com a desaceleração da recuperação económica dos países industrializados e dos menos desenvolvidos.

Já no que se refere à procura de petróleo da OPEP, os analistas avançaram esta terça-feira um corte de 300 mil barris por dia, enquanto a de petróleo de países como a Rússia, os Estados Unidos e o México sobe na mesma proporção.

Nos dois primeiros trimestres do ano, a OPEP produziu entre 7,5 e 8,9 mdb acima da procura mundial, o que levou a uma queda dos preços, que, em setembro, estavam, em média, nos 41,54 dólares por barril.

Quanto às perspectivas económicas globais para o corrente ano, os especialistas da OPEP mantêm a estimativa de uma contracção média de 4,1%, enquanto para 2021 antecipam uma subida de 0,1 pontos percentuais.