Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

ONU reúne 31 milhões de euros para resgatar petroleiro na costa do Iémen

O dinheiro conseguido numa conferência de doadores fica muito aquém dos 144 milhões USD (137 milhões de euros) pretendidos pela ONU para financiar a intervenção.

Luanda /
12 Mai 2022 / 09:15 H.

As Nações Unidas conseguiram reunir 33 milhões de dólares (31 milhões de euros) para financiar a operação resgate de um petroleiro em decomposição, cheio de petróleo, atracado na costa do Iémen, para evitar um desastre ambiental.

O dinheiro conseguido numa conferência de doadores fica muito aquém dos 144 milhões USD (137 milhões de euros) pretendidos pela ONU para financiar a intervenção.

"Precisamos de trabalhar rapidamente para obter os fundos restantes para iniciar a operação de quatro meses no tempo que temos pela frente", referiu David Gressly, coordenador humanitário das Nações Unidas para o Iémen.

A conferência para obter financiamento, co-liderada pelas Nações Unidas e pelos Países Baixos, surge mais de dois meses depois de a ONU e de os rebeldes Huthis do Iémen terem chegado a acordo para transferir o conteúdo do petroleiro para outra embarcação.

O montante pretendido inclui 80 milhões USD (76 milhões de euros) para transferir os mais de um milhão de barris de petróleo bruto que o FSO Safer transporta, disse David Gressly, coordenador humanitário das Nações Unidas para o Iémen.

O secretário-geral da ONU, António Guterres pediu verbas para implementar o plano que as Nações Unidas alcançaram com os Huthis, a fim de evitar uma catástrofe que também poderia perturbar o tráfego do Mar Vermelho e do Canal do Suez.

Temas