Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Novo Presidente da Colômbia apresenta plano tributário para combater pobreza

Gustavo Petro tomou posse no domingo, tendo prometido combater a desigualdade económica e investir em áreas rurais marcadas pela violência ligada às drogas.

Luanda /
09 Ago 2022 / 10:24 H.

Menos de 24 horas depois, o novo presidente Gustavo Petro, apresentou um plano de reforma tributária ao parlamento para aumentar o imposto sobre o rendimento dos mais ricos e aplicar uma taxa de 10% sobre as exportações de petróleo.

O primeiro Presidente de esquerda na história da Colômbia apresentou um plano tributário para arrecadar até 11 mil milhões USD por ano para programas de combate à pobreza.

Gustavo Petro tomou posse no domingo, tendo prometido combater a desigualdade económica e investir em áreas rurais marcadas pela violência ligada às drogas.

Menos de 24 horas depois, o novo líder apresentou um plano de reforma tributária ao parlamento para aumentar o imposto sobre o rendimento dos mais ricos e aplicar uma taxa de 10% sobre as exportações de petróleo.

O projecto de lei também inclui um imposto anual sobre a riqueza de indivíduos com patrimônio líquido superior a 750 mil USD (736 mil euros), bem como impostos sobre a venda de refrigerantes e alimentos ultra-processados.

Petro, que já foi membro de um grupo rebelde, disse que é vital para a Colômbia implementar um acordo de paz de 2016 com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, guerrilha marxista), que inclui programas de reforma agrária e desenvolvimento rural.

A arrecadação de impostos no país sul-americano correspondeu a cerca de 19% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, um pouco abaixo da média latino-americana.

Os membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), uma organização composta principalmente por países desenvolvidos, incluindo Portugal, arrecadam em média 33% do PIB em impostos.