Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Nova autoridade da Aviação Civil foi bem recebida pelo sector

Ontem, foram levadas à votação final na globalidade a Lei de Alteração da Lei nº 14/19, de 23 Maio (Lei da Aviação Civil, e a Lei que aprova o Estatuto da Autoridade Nacional da Aviação Civil),

Luanda /
22 Jul 2021 / 11:00 H.

A aprovação na Assembleia Nacional da lei que consagra o estatuto da Autoridade Nacional da Aviação Civil é um momento histórico para o sector, considerou, ontem, o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu.

Foram levadas à votação final na globalidade a Lei de Alteração da Lei nº 14/19, de 23 Maio (Lei da Aviação Civil, e a Lei que aprova o Estatuto da Autoridade Nacional da Aviação Civil).

Num comunicado do Ministério dos Transportes (MINTRANS), o ministro referiu que o passo agora dado, com a criação de uma autoridade local independente e uma lei actualizada para "responder ao desafio” de tornar Angola numa verdadeira plataforma do transporte aéreo no continente, vai contribuir para a diversificação da economia e para o crescimento económico.

"Destacamos que se trata de um momento histórico para o sector, o nascimento deste novo órgão de regulação e supervisão, dotado de todas as ferramentas para o efectivo exercício das suas atribuições. Vamos agora entrar na fase seguinte que é a sua formatação, contando com os profissionais que já fazem parte desta família, mas abrindo a porta a uma nova geração aeronáutica, dotada dos conhecimentos e habilidades técnicas necessárias”, acrescentou.

Ontem, Foram levadas à votação final na globalidade a Lei de Alteração da Lei nº 14/19, de 23 Maio (Lei da Aviação Civil, e a Lei que aprova o Estatuto da Autoridade Nacional da Aviação Civil).