Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Líder do Banco Mundial alerta para falta de fundos para os mais pobres

O número de pessoas que ficariam em pobreza extrema também será mais elevado, à medida que a crise se prolonga

Luanda /
03 Jun 2020 / 11:08 H.

A economia mundial está confrontada com “perdas abissais” e a recuperação vai ser travada pela falta de fundos para reparar os danos causados pela pandemia de COVID-19, advertiu recentemente o presidente do Banco Mundial.

Numa entrevista à AFP, David Malpass, líder de uma instituição que já desembolsou 160 mil milhões de USD de ajuda de emergência a uma centena de países, afirmou que a dimensão da crise vai forçar os países em desenvolvimento a repensarem a estrutura das economias.

Para Malpass, o efeito devastador da pandemia na economia mundial é muito superior aos 5 biliões de dólares de riqueza destruída apontados numa primeira estimativa de danos.

O número de pessoas que ficariam em pobreza extrema (60 milhões) também será mais elevado, à medida que a crise se prolonga e Malpass mostrou-se preocupado com a falta de meios.

“Continuo a tentar que outros participem nos programas que pusemos em prática”, incluindo através de pagamentos directos em dinheiro para ajudar rapidamente as populações mais vulneráveis dos países pobres, sublinhou.

O Banco Mundial deve divulgar na próxima semana os números revistos das perspectivas económicas.

“Os países devem enfrentar a pior recessão desde a Segunda Guerra Mundial. Isso deve forçar as pessoas a preocuparem-se com as consequências para os pobres, para os mais vulneráveis “, disse o presidente do Banco Mundial.

Temas