Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Futuros da Europa sorriem com timidez após dados da inflação nos EUA

Este é o quarto mês seguido em que a inflação dos EUA supera a barreira dos 5%, muito acima da meta de 2% estabelecida pela Reserva Federal norte-americana.

Luanda /
15 Set 2021 / 16:21 H.

Os futuros das acções europeias estão a valorizar ligeiramente, mesmo depois de os índices no continente asiático terem encerrado em queda, com os investidores a olharem para os dados da inflação nos Estados Unidos da América com renovada preocupação.

O índice de preços ao consumidor nos EUA desacelerou para 5,3%, em Agosto, depois de no mês anterior ter atingido a percentagem mais elevada desde 2008 (5,4%). Ainda assim, este é o quarto mês seguido em que a inflação supera a barreira dos 5%, muito acima da meta de 2% estabelecida pela Reserva Federal norte-americana (Fed).

Mas este abrandamento pode levar esta autoridade bancária a ponderar duas vezes antes de avançar com a retirada de estímulos financeiros à economia, tal como deu a entender Jerome Powell, presidente da Fed, na reunião anual de Jackson Hole. Ainda para mais, também os dados do emprego referentes ao mesmo mês decepcionaram.

Na Ásia, as acções encolheram no Japão (-1%), em Hong Kong (-1,6%) e na China (-0,3%), onde a economia tem reagido com menos força do que o esperado devido à contínua propagação da COVID-19.

Os dados mais recentes das vendas a retalho mostraram um abrandamento em Pequim, com os gastos e as viagens a caírem durante o pico do verão.