Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

FMI avalia programa de Angola a 13 de Setembro

Não foram mencionados nomes mas as atenções dos analistas viraram-se imediatamente para China, o principal credor de Angola.

Luanda /
01 Set 2020 / 16:40 H.

O conselho de administração do Fundo Monetário Internacional (FMI) marcou para dia 13 de Setembro a terceira avaliação do Acordo de financiamento Alargado com Angola (EFF no acrónimo inglês) inicialmente marcada para 30 de Julho, mas adiada sem data no próprio dia, soube o Mercado de fontes próximas do processo.

Na ocasião, o porta voz do FMI justificou o cancelamento da reunião com a necessidade de Angola prosseguir as negociações com os credores internacionais para a reestruturação da dívida.

Não foram mencionados nomes mas as atenções dos analistas viraram-se imediatamente para China, o principal credor de Angola.

No final de 2019 a dívida externa de Angola, incluindo a Sonangol e a TAAG, ascendia a 50,1 mil milhões USD dos quais 21,7 mil milhões USD ou 43% do total à China.