Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

FMI aprova quinta avaliação e liberta 772 milhões USD para Angola

Instituição aprovou também o pedido das autoridades angolanas de dispensa pelo não cumprimento do critério de desempenho contínuo sobre a não acumulação de atrasados no pagamento da dívida externa pelo Governo e pelo banco Central.

Luanda /
10 Jun 2021 / 09:56 H.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou, nesta quarta-feira, a quinta avaliação do Acordo de Financiamento Alargado com Angola (FFF, na sigla em Inglês), permitindo o desembolso imediato de 772 milhões USD.

"A decisão do conselho de administração do FMI permite um desembolso imediato de 772 milhões USD", lê-se no comunicado disponível no site da instituição, no qual se aponta que a economia angola "está em transição para uma recuperação gradual de múltiplos choques, incluindo aqueles induzidos pela pandemia da COVID-19".

O Acordo foi acertado com o FMI em dezembro de 2018, num valor de 3,7 mil milhões USD , que em setembro aumentado para cerca de 4,5 mil milhões USD, dos quais cerca de Três mil milhões USD já foram entregues, a que se junta o valor anunciado, e dura até final deste ano.

De acordo com o documento, na conclusão da revisão, a Comissão Executiva aprovou também o pedido das autoridades angolanas de dispensa pelo não cumprimento do critério de desempenho contínuo sobre a não acumulação de atrasados ​​no pagamento da dívida externa pelo Governo Central e pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

Por sua, a vice-directora executiva do FMI, Antoinette Sayeh disse que o pedido de extensão da suspensão da dívida de Angola até dezembro é positiva.

“O forte compromisso das autoridades angolanas com políticas sólidas no âmbito do acordo apoiado pelo FMI permitiu a Angola mitigar os piores efeitos da pandemia. Ajudadas pelos preços mais elevados do petróleo, as autoridades estão a apoiar a recuperação de Angola, consolidando a estabilidade macro-económica e protegendo os mais vulneráveis”, justificou.