Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Fluxo de entrada de moeda regista queda de 50%

Em relação às importações de bens alimentares, referiu ter registado uma redução de 23% em relação ao mesmo período de 2019.

Angola /
29 Jul 2020 / 11:43 H.

O fluxo de entrada de moeda estrangeira no País registou uma queda de 50% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, afirmou, esta terça-feira, o governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José de Lima Massano.

O gestor, que falava no espaço "Grande Entrevista" da Televisão Pública de Angola (TPA), informou que as reservas líquidas estão avaliadas em 10,2 mil milhões USD, correspondentes a 11 meses de importações, e as brutas em 15 mil milhões USD.

A previsão conjunta com FMI era ter nesta altura reservas avaliadas em 8 mil milhões USD americanos, mas passou a meta ao atingir 10,2 mil milhões USD.

Apesar da redução da entrada de recursos cambiais no País considerou estáveis as reservas líquidas ao longo do ano, devido à política cambial praticada no País, que se ajusta ao mercado.

Em relação às importações de bens alimentares, referiu ter registado uma redução de 23% em relação ao mesmo período de 2019.

Sobre os leilões, informou que nesta terça-feira foram comercializados, aos bancos comerciais, 50 milhões USD.

Acrescentou que as reclamações sobre a não aquisição de divisas nos bancos comerciais baixaram devido às medidas adoptadas pelo banco central.