Cabo Verde quer crescimento económico de 7,0%

17 Abr 2019 / 08:51 H.

Cabo Verde pode vir a ter um crescimento económico de 7,0%, duplicando o rendimento “per capita” em 10 anos, disse o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, terça-feira na Praia.

Olavo Correia, ao prestar declarações após a tomada de posse da presidente da Pro Capital, Adalgisa Vaz, disse ainda que aquele objectivo é possível sem endividamento público, para que Cabo Verde possa ter um bom sistema de transportes aéreos e marítimos e de gestão portuária e aeroportuária, bem com energia mais barata.

O ministro, citado pelo MacauHub, defendeu ainda a necessidade de um bom ambiente negócios para valorizar as empresas, com elementos facilitadores da responsabilidade do sector empresarial privado, com boa gestão, prestação de contas e cumprimento de prazos e responsabilidade para que o país possa avançar.

Os números mais recentes das Contas Nacionais indicam ter Cabo Verde registado um crescimento económico de 5,5% em 2018 e de 7,6% no último trimestre do ano passado.