Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Angola está na ordem dos 30% da população adulta bancarizada - ministra das Finanças

A ministra das Finanças, Vera Daves, considerou, nesta sexta-feira, em Luanda, que em Angola, as soluções tecnológicas bancárias tradicionais não tem sido capazes de promover a inclusão financeira para níveis desejáveis.

Angola /
09 Dez 2019 / 11:03 H.

Comparando com a média de outros países da região da SADC, da qual Angola faz parte, o indicador do País está muito baixo, na ordem dos 30% da população adulta bancarizada, mesma percentagem do índice de inclusão financeira.

Vera Daves falava na cerimónia de abertura da 9ª edição do Fórum sobre os Desafios de Governação da Era Digital em África, que reúne especialistas nacionais, estrangeiros, diplomatas e representantes do sector financeiro.

De acordo com a governante, não existe no mercado angolano, serviços financeiros e outras soluções que não sejam as da banca tradicional, que chegam a todos os bairros e comunas.

“ O nosso índice de inclusão financeira é, portanto, idêntico ao índice de bancarização, que se aproxima os 30% da população adulta, que comparado com a média da nossa região esse indicador é muito baixo”, observou a titular das Finanças.