Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Abertas candidaturas para a 1ª edição da Residência Artística Luuanda

Uma proposta vencedora do colectivo cultural Pés Descalços, que vem na esteia do concurso Open Call internacional, lançado pela Fundação Calouste Gulbenkian, para realização de Residências Artísticas nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

Luanda /
26 Ago 2019 / 09:10 H.

As candidaturas para a primeira edição da Residência Artística Luuanda estão abertas até ao próximo dia 10 de Setembro. As obras seleccionadas serão conhecidas a 23 de Setembro. Ao passo que o concurso decorrerá durante a exposição que acontece de 7 a 25 de Outubro do corrente ano, na capital do País.

Financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, o programa de Residências Artísticas Luanda, é também uma iniciativa do colectivo cultural Pés Descalços e está aberto a artistas visuais e curadores emergentes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), que expõem em África e na diáspora.

De acordo com uma nota da organização, as candidaturas devem ser enviadas ao e-mail geral-@pesdescalcoscc.org. Depois, o júri selecciona, no máximo, sete participantes entre artistas e curadores, que irão estar presentes nas três semanas que decorrer a exposição.

A referida nota explica que o projecto “Residência Artística LUUANDA” pretende focar-se na experiência de viver numa cidade de Luanda contemporânea, seguindo a construção imaginária tão explorada na literatura de escritores angolanos como Luandino Vieira, Uanhenga Xitu e Ondjaki, marcada por fluxos migratórios e vários processos de mudança. O projecto tem um foco especial sobre as metodologias e processos de investigação em arte, com pano de fundo a cidade e as suas instituições culturais.

Foi feito entretanto, um concurso Open Call internacional, lançado pela Fundação Calouste Gulbenkian, para realização de Residências Artísticas nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa – PALOP, com o objectivo de apoiar as áreas das Artes Visuais, Fotografia, Vídeo e Dança Contemporânea.

LUUANDA: uma residência artística realizada pelo colectivo Pés Descalços vencedor o projecto e por isso, a capital do País será a residência do concurso que tem uma duração de três anos e é uma iniciativa da Calouste Gulbenkian que visa apoiar a internacionalização da produção artística nos PALOP. Angola, Cabo Verde e Moçambique são os países que vão acolher as residências artísticas durante três anos.